Feeds:
Posts
Comentários

O Flamengo ofereceu um salário de R$ 400 mil para o atacante Emerson Sheik, do Corinthians, caso o jogador acerte com o clube. O vínculo com o Rubro-Negro seria até o fim de 2015, mas há duas situações para esse possível retorno: logo neste mês, caso consiga rescindir amigavelmente o contrato que tem com o Timão, que terminará no fim do ano – assim, ficaria no Fla por dois anos e meio –, ou apenas em janeiro de 2014, caso tenha que cumprir todo o acordo com o clube paulista – ficando desse modo dois anos no Fla. Neste último caso, um pré-contrato seria assinado por Sheik com o Flamengo.

O empresário de Emerson Sheik, Reinaldo Pitta, já está apalavrado com o Flamengo para acertar a volta do atacante ao clube. Apesar disto, ninguém de ambas as partes fala abertamente sobre o interesse. Isso porque o agente trabalha para que o contrato do jogador com o Corinthians seja rescindido de uma forma amigável.

O experiente jogador, de 34 anos, é um dos desejos do técnico Mano Menezes para reforçar o Flamengo na sequência da temporada. Porém, o nome de Sheik não é uma unanimidade dentro da cúpula do futebol rubro-negra. Há pessoas nos bastidores da Gávea que contestam o montante oferecido para que o atacante retorne ao clube.

Vale lembrar que Sheik foi para o Corinthians após cantar a música “Bonde do Mengão sem freio”, criada na época em que o Flamengo foi campeão do Campeonato Carioca 2011 de forma invicta, na concentração do Fluminense durante a Copa Libertadores de 2011. Este fato incomodou bastante a diretoria do Tricolor carioca, que acabou optando pela dispensa.

Um outro clube que acompanha de perto a história é o Vasco. Além dele, outras cinco equipes demostraram interesse em contar com Emerson Sheik no elenco.

LANCE!Net procurou Reinaldo Pitta, mas ele negou que tenha acontecido qualquer tipo de contato do Flamengo por Emerson Sheik. Já o diretor executivo de futebol, Paulo Pelaipe, e o vice-presidente da pasta, Wallim Vasconcellos, não foram encontrados.

Fonte: LANCENET!

Anúncios

Nove dias já se passaram desde o anúncio oficial da demissão, mas Flamengo e Renato Abreu ainda não chegaram a um acordo para rescisão do contrato que iria até o fim de 2013. Revelado na segunda-feira, dia 17, sem justificativas públicas pela diretoria, o distrato ainda não foi assinado e o que emperra o desfecho da situação é a forma como o Rubro-Negro pagará a dívida com o jogador. Enquanto isso, o meia mantém a forma em treinamentos particulares e optou por não abrir negociação com outra equipe até que o fim de sua passagem pela Gávea esteja no papel.

Ao informar ao empresário de Renato, Cláudio Guadagno, que não contava mais com o jogador por “incidentes graves”, o Flamengo se predispôs a pagar o montante referente aos sete meses restantes de salários previstos em contrato. Atleta e clube, no entanto, ainda divergem da maneira como isso será feito. Ambas as partes acreditam que tudo será solucionado ainda nesta semana. Em compasso de espera, algumas equipes da Série A já manifestaram o interesse de contar com o ex-camisa 11 rubro-negro. Especula-se que Ponte Preta e Bahia estejam na lista.

Apesar de não se manifestar publicamente, o Flamengo se mostrou contrariado com atitudes de Renato desde o início do Brasileirão. Contra a Ponte Preta, o atleta não reagiu bem a vaias da torcida após desperdiçar um pênalti. Na rodada seguinte, tirou a camisa ao fazer o gol de empate com o Atlético-PR e foi repreendido por esconder a marca dos patrocinadores. Por fim, foi expulso ao tentar concluir com a mão uma cobrança de escanteio na derrota para o Náutico. A junção dos fatos foi ainda ao encontro do pensamento de parte da diretoria de que o meia “jogava contra” o trabalho de Jorginho.

Único funcionário rubro-negro a comentar o caso, Mano Menezes disse que não teve influência na decisão da demissão e solicitou apenas que tudo fosse resolvido antes do início de sua passagem pelo clube. Segundo ele, caso Renato fizesse parte do elenco na reapresentação do dia 18, sua postura seria avaliada a partir daquele momento e não do que foi feito no passado.

Fonte: Globo Esporte

A saída do atacante Trezeguet do River Plate (ARG) aconteceu na última segunda-feira, após o técnico Ramón Díaz entregar uma lista de dispensa para a diretoria argentina. E de acordo com o “Diário Olé”, da Argentina, o Flamengo é um dos clubes que acompanha a situação do jogador para reforçar o elenco, além de outra equipe argentina.

LANCE!Net procurou Artur Fernandes, um dos empresários do atacante Trezeguet, para comentar o possível interesse do Flamengo. Sucinto, ele disse não poder falar até que o jogador resolva as últimas pendências com o River Plate.

River Plate x Colon (Foto: Alejandro Pagni/AFP)

– Não posso falar nada em relação a isto até que Trezeguet resolva a questão da saída com o River Plate, o que deve acontecer em uns três dias – afirmou o empresário.

A reportagem tentou entrar em contato com o diretor executivo de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe, e com o vice-presidente da pasta, Wallim Vasconcellos, mas eles não foram encontrados para comentar o caso.

Fonte: LANCENET!

Treinando separadamente do elenco do Flamengo, o zagueiro Alex Silva pode ter um planejamento para seu futuro traçado na próxima segunda-feira à tarde. O diretor executivo de futebol do Rubro-Negro, Paulo Pelaipe, e o empresário do jogador, Orlando Almeida, se reunirão para decidir o futuro do atleta.

Segundo o LANCE!Net apurou, o zagueiro não está satisfeito com a atual situação – se apresentou na última segunda-feira e está treinando no Ninho do Urubu, enquanto o grupo está em Pinheiral, no Sul Fluminense – e seus representantes pretendem conversar uma definição.

Alex Silva - Treino do Flamengo (Foto: André Portugal/LANCE!Press)

No encontro, será discutido, inclusive, a possibilidade de um empréstimo, caso, realmente, a decisão seja de manter Alex Silva afastado. Duas propostas para que isso ocorra, já recebidas pelo empresário do jogador, serão apresentadas ao Flamengo na ocasião.

O vínculo do zagueiro com o Flamengo vai até meados de 2014. A decisão de afastar Alex Silva foi tomada pela diretoria – na mesma reunião também ficou decidido que Ibson não fazia mais parte dos planos – no fim de abril deste ano.

Fonte:  LANCENET!

Desde que Mano Menezes foi contratado como novo técnico do Flamengo, diversos jogadores passaram a ser especulados como possíveis reforços para o clube. Um exemplo disso é o atacante francês Trezeguet, que, segundo o “Diário Olé”, estaria na mira do clube rubro-negro.

Por outro lado, fugindo à regra da especulação, dois argentinos foram realmente oferecidos à diretoria rubro-negra. O meia Diego Buonanotte e o centroavante Alejandro Domínguez, que estão no Granada e no Rayo Vallecano, da Espanha, respectivamente, viriam por empréstimo ao clube.

Alejandro Dominguez e  Diego Buonanotte (Fotos: Getty Images e Reuters)

Quem intermediou ambas as negociações foi o empresário Roberto Miguel, que entrou em contato na última segunda-feira com a cúpula de futebol do Fla para saber se os dois jogadores argentinos interessam ao novo treinador

Após o contato inicial, o agente espera uma resposta dos dirigentes rubro-negros para saber se as tratativas irão ou não ter prosseguimento. Caso o retorno seja positivo, Roberto Miguel irá pessoalmente na próxima semana até a Gávea para avançar com as negociações.
No caso de Trezeguet, o futuro do centroavante ainda é incerto. O contrato com o River Plate vai até o fim de 2015. No entanto, uma rescisão amigável já está sendo discutida e deve ser confirmada nos próximos dias. Há a possibilidade até de ele fazer um curso de treinador na Itália, estagiando por seis meses na Juventus.

No início deste ano, Trezeguet foi oferecido ao Flamengo e descartado pela diretoria. O Banfield, que está na Segunda Divisão argentina, é outro interessado. Aos 35 anos, ele não atua desde 30 de março deste ano por conta de uma cirurgia no joelho esquerdo.

Fonte: LANCENET!

Fla aguarda verba de R$ 15 milhões de Eike Baptista por Morro da Viúva

Pelo acordo, Rubro-Negro ainda teria abatida ainda dívida de R$ 16 milhões em impostos

A situação financeira do Flamengo não é das melhores. Alguns funcionários do departamento de futebol foram demitidos por contenção de despesas. Porém, a diretoria aguarda ansiosamente o desfecho do imbróglio do Morro da Viúva, sede do clube que foi concedida ao empresário Eike Baptista. O último inquilino a deixar o local foi o pai da ginasta Jade Barbosa, sexta-feira passada. O clube espera receber R$ 15 milhões da concessão.

O maior problema sobre o recebimento do montante é o momento vivido pelo empresário, que acumula perdas significativas em curto tempo e vê suas empresas, como a OGX, desvalorizarem no mercado.

Na diretoria rubro-negra, o vice-presidente de relações externas, Flávio Godinho, é assessor para assuntos políticos da EBX, uma das empresas de Eike. Por outro lado, o vice de planejamento, Rodolfo Landim, teve uma disputa judicial com o bilionário no ano passado. Ele era uma espécie de braço direito de Eike e pleiteava uma participação na holding da EBX – o valor pedido girava em torno de R$ 500 milhões.

Na negociação do Morro da Viúva, ficou acordado, ainda na gestão Patricia Amorim, que o Flamengo teria abatida uma dívida de aproximadamente R$ 16 milhões em impostos e o direito de utilizar 20 quartos do hotel que será construído no local. A concessão é de 25 anos, renováveis por mais 25.

DÍVIDA DE R$ 1 MILHÃO PENDENTE

O Flamengo comunicou à empresa BWA a rescisão do contrato no fim de fevereiro deste ano, mas ainda não acertou com a antiga responsável pela confecção dos ingressos, o pagamento pela quebra do vínculo que venceria no fim deste temporada.

O clube da Gávea havia se disposto a pagar o débito em três parcelas, que, no total, chega a pouco menos de R$ 1 milhão. A ex-parceira do Rubro-Negro, claramente insatisfeita com o atraso no pagamento da dívida, não quer mais que a mesma seja quitada parceladamente. A BWA, agora, exige que o valor seja pago integralmente.

A atual fornecedora de bilhetes do clube da Gávea é a Outplan, empresa que entrou logo após a saída da BWA, nesta temporada.

Fonte: Lancepress!

A diretoria do Flamengo recebeu na tarde desta segunda-feira uma proposta oficial do Catania, da Itália, interessado em comprar os direitos federativos do meia Adryan, de 18 anos, revelado nas categorias de base do clube. O documento foi entregue aos dirigentes pelo empresário que cuida da carreira do atleta, Reinaldo Pitta. O Rubro-negro recusou a proposta.

O não do Flamengo se deve ao fato de que o clube pretende esperar mais para negociar o atleta, que é visto na Gávea como uma das principais promessas das categorias de base. O clube carioca possui setenta por cento dos direitos federativos do jogador, com o restante ficando com Pitta.

Diante da recusa dos brasileiros, o Catania já planeja enviar uma proposta de empréstimo por um ano, com os valores dos direitos federativos fixados. O jogador tem contrato com o Flamengo até 2016 e recebeu a promessa de que será mais aproveitado pelo técnico Mano Menezes.

Flamengo recusa proposta do Catania por jovem Adryan

Treino

O elenco flamenguista realizou um treino técnico na tarde desta segunda-feira, em Pinheiral (RJ), com foco no trabalho de finalização. O destaque foi o atacante Marcelo Moreno, autor de um golaço de letra. O meia Elias também se destacou com um bom aproveitamento nos chutes a gol.

Os trabalhos em Pinheiral vão se estender até sexta-feira, quando a delegação segue para Uberlândia (MG), onde no sábado o Flamengo vai enfrentar o São Paulo, em amistoso previsto para às 19h (de Brasília), no Estádio Parque do Sabiá.

Fonte: ESPN Brasil